TRF-4 revoga prisão de Eduardo Cunha

TRF-4 revoga prisão de Eduardo Cunha – O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) revogou nesta quarta-feira (28) a prisão do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Com a decisão, ele poderá deixar de usar tornozeleira eletrônica, mas seu passaporte seguirá retido.

A decisão de revogar a prisão, que foi unânime no tribunal, atendeu a um pedido de habeas corpus impetrado pela defesa de Cunha. “Finalmente a Justiça começa a ser concretizada” afirmaram os advogados Ticiano Figueiredo, Pedro Ivo Velloso e Rafael Guedes de Castro, que defendem o ex-deputado.

Prisão preventiva

O ex-presidente da Câmara está preso preventivamente desde outubro de 2016. Em março de 2017, Cunha foi condenado a 15 anos e quatro meses de prisão pelo então juiz Sergio Moro, em regime fechado, pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, em desdobramentos da Operação Lava Jato.

Conforme a sentença, o ex-deputado solicitou pagamento de 1,3 milhão de francos suíços em propina para exploração da Petrobras em um campo de petróleo no Benin, na África, e recebeu o valor em uma conta na Suíça, configurando o crime de lavagem de dinheiro.

Em seguida, a defesa de Cunha recorreu à segunda instância da Justiça Federal, que reduziu a pena para 14 anos e seis meses de prisão. Desde março de 2020, após decisão da juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal em Curitiba, o ex-deputado estava em prisão domiciliar, por causa da pandemia de Covid-19, e precisava usar tornozeleira eletrônica.

Fonte: CNN Brasil

Vídeo: Ciro Gomes comenta críticas de Marina Silva à João Santana

Ciro Gomes (PDT) comentou as críticas feitas por Marina Silva (Rede) a João Santana após a contratação do marqueteiro para liderar a comunicação do PDT, em entrevista ao jornalista Glenn Greenwald, na noite desta terça-feira (27), na Carta Capital. Leia a matéria completa aqui.

Assista 3º filmete de Ciro: ‘impostos injustos’ e desigualdade

Na manhã desta quarta-feira (28), Ciro Gomes divulgou o terceiro vídeo da série de filmetes e nele, o presidenciável denuncia o o sistema de impostos e a desigualdade gerada pela concentração de renda no Brasil, uma das maiores do mundo. A campanha foi lançada pelo PDT e sob comando do recém-contratado jornalista e marqueteiro João Santana. Leia a matéria completa aqui.

Paulo Guedes vive ‘dia de cão’ e já se fala em demissão

Ciro Gomes: “Assinei 3 pedidos de impeachment, o Lula não assinou nenhum”

Ciro Gomes (PDT) voltou a fazer críticas ao ex-presidente Lula (PT) em entrevista ao jornalista Glenn Greenwald, na noite desta terça-feira (27), e lembrou que Lula não assinou nenhum pedido de impeachment contra Jair Bolsonaro (sem partido), enquanto o pedetista assinou três peças acusatórias.

Leia a matéria completa aqui.

Em 2º filmete, Ciro Gomes critica neoliberalismo de FHC, Lula e Bolsonaro

No segundo episódio de uma série de vídeos produzidos pelo PDT sob o comando do novo contratado João Santana, o pré-candidato à presidência nas eleições de 2022 Ciro Gomes criticou o modelo econômico neoliberal que, segundo ele, pauta os rumos da economia brasileira desde a presidência de FHC e foi mantido por Lula, Dilma, Temer e atinge seu ápice sob Bolsonaro e Paulo Guedes.

Leia a matéria completa aqui.

Veja mais notícias no BRI.

Compartilhe

Written by:

1.631 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.