Zambelli critica fundo eleitoral triplicado, mas votou sim para LDO

Zambelli critica fundo eleitoral triplicado – Matéria publicada pelo UOL aponta que após usar as redes sociais para criticar o aumento do Fundo Eleitoral —que passou de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões— e dizer que a mudança era “inadmissível”, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) votou “sim” para aprovar a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2022, com a previsão de um déficit de R$ 170,47 bilhões para os Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social da União.

Depois que a Câmara dos Deputados aprovou o texto da LDO para 2022, Zambelli voltou às redes dizendo que a Casa havia aprovado o “inaceitável fundão eleitoral” e que a população “não merece esse escárnio”.

Internautas, no entanto, reagiram e chamaram a deputada de “hipócrita” e falaram em “falsidade” na sua postura. Outros pediram explicações sobre a posição favorável. Zambelli, então, publicou um vídeo e fez outras postagens justificando a decisão.

A bolsonarista disse que seu voto foi em relação “ao texto principal do projeto”, porque seria “de uma irresponsabilidade incrível” deixar o Brasil sem orçamento, e que precisava aprová-lo por ser governista. Afirmou também que, assim como o PSL, ela foi “a favor do destaque do Novo para retirar do texto o fundão” e que o mesmo havia sido rejeitado após a aprovação do texto principal.

“Sempre fui contra dinheiro público em campanha, e assim continuarei sendo”, escreveu.

OUTRAS NOTÍCIAS:

ASSISTA: PDT vai ao STF para obrigar Lira a analisar pedidos de impeachment
LEIA: Gleisi Hoffmann propõe financiar torcidas organizadas e Gaviões repudia
LEIA: Dono da Davati: Intenção ‘nunca foi vender vacina’ ao governo
LEIA: Blogueira ‘lulista’ que comparou Ciro a Bolsonaro ‘ora’ por morte do presidente
LEIA: Antonio Neto defende greve geral contra Reforma Administrativa

OUTRAS NOTÍCIAS:

LEIA: Flávio diz que Bolsonaro foi intubado em UTI como ‘precaução’
ASSISTA: Vídeo: Jornalista da CNN erra e diz que Bolsonaro foi ‘enterrado’
LEIA: PDT emite nota sobre urgência de PL da Grilagem: “Precisa ser derrotado”

A esperança da deputada, conforme as postagens, era que os senadores derrubassem o que ela chamou de “aberração”. A LDO para 2022, no entanto, foi aprovada no Congresso Nacional, com o Fundo Eleitoral ampliado para R$ 5,7 bilhões.

O deputado estadual Arthur Do Val (Patriota-SP) respondeu a uma das publicações de Zambelli: “Quanta falsidade”.

O vereador paulistano Rubinho Nunes, membro do MBL (Movimento Brasil Livre), chamou a deputada de “picareta e mentirosa”. Disse, também, que ela sabia da inserção do fundão na LDO e que nunca teve “coerência e a honestidade”.

OUTRAS NOTÍCIAS:

ASSISTA: Vídeo: Ciro Gomes rebate Lula, que disse ‘não existir’ 3ª via; “Soberba”
LEIA: Presidente do PDT, Lupi dispara contra Bolsonaro: ‘Não venha com ameaça’
ASSISTA: Vídeo desmente governo Bolsonaro sobre escândalo Covaxin; veja
LEIA: “Bolsonaro está à beira de um ataque de nervos”, diz ‘ex-amigo’

Bolsonaro despenca nas pesquisas e 51% dos brasileiros acha governo ‘péssimo’

O povo brasileiro não tem a melhor impressão de seu presidente. Ao contrário: para a maioria da população, Jair Bolsonaro é desonesto, falso, incompetente, despreparado, indeciso, autoritário, favorece os ricos e mostra pouca inteligência.

Leia a matéria completa aqui.

LEIA: 6 de cada 10 brasileiros rejeitam Bolsonaro para 2022, diz Datafolha
LEIA: Mensagens apontam atuação de Michelle Bolsonaro no caso Covaxin, diz site

Entidades de advogados e magistrados repudiam ‘ameaça’ de militares

Associações de juristas, advogados, magistrados e também a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) divulgaram uma nota conjunta em que repudiam os ataques ao Parlamento brasileiro por parte do Ministério da Defesa.

Leia a matéria completa aqui.

LEIA: Ciro Gomes se consolida na 3ª via e quase dobra intenções de voto, diz pesquisa

Viúva de suposto assassino de Marielle fecha delação com MP

Segundo jornalista Guilherme Amado em Metrópoles, a viúva do capitão Adriano da Nóbrega, miliciano que era ligado a Flávio Bolsonaro e que foi assassinado na Bahia no ano passado, está perto de homologar uma delação premiada com o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro e o Ministério Público do estado.

Leia a matéria completa aqui.

LEIA: Reinaldo Azevedo dispara: “Nota dos militares é mentirosa e golpista”

Veja mais notícias no BRI.

Compartilhe

Written by:

1.631 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.