Revista francesa estampa Bolsonaro como ‘Coringa’

A versão brasileira da revista francesa Le Monde Diplomatique publicou em sua edição mais recente uma capa que mostra o presidente Jair Bolsonaro como o personagem ‘Coringa’ dos quadrinhos Batman. No clássico feito nos EUA, país que Bolsonaro presta continência à bandeira, ‘Coringa’ é o vilão: um psicopata diabólico que se veste de palhaço pra cometer crimes.

Na imagem, Bolsonaro aparece apertando um detonador enquanto um hospital explode ao fundo, numa clara alusão à atuação desastrosa de Bolsonaro no enfrentamento da pandemia de coronavírus.

Veja a capa Le Monde Diplomatique Brasil.

Governador de MG, Zema abandona Bolsonaro: ‘Governo menosprezou inimigo’

Na ofensiva contra governadores em meio ao recrudescimento da pandemia, Jair Bolsonaro está aumentando seu isolamento: os mais simpáticos a ele também estão se afastando.

Em uma reunião fechada com representantes do setor produtivo de Minas Gerais esta semana, Romeu Zema partiu para o ataque. Disse que o governo federal “brincou com fogo” e quem está “pagando o preço” são os brasileiros. Leia matéria completa aqui.

Pedro Cardoso se posiciona sobre Ciro x Lula: “No momento, escolheria Ciro”

O ator Pedro Cardoso, o eterno ‘Agostinho Carrara’ do programa de televisão “A Grande Família”, da TV Globo, saiu em defesa de Ciro Gomes (PDT) após a entrevista de Lula (PT) em que o ex-presidente cometeu uma “fake news” contra Ciro, acirrando os ânimos entre as militâncias dos dois líderes políticos.

“Eu, no momento, escolheria Ciro. Não por simpatia maior por um ou outro, nem também pelas suspeitas de desonestidade de Lula que sobre Ciro não pesam – q eu saiba -; mas por me parecer que Ciro tem um projeto mais objetivo para o Brasil do que Lula”, escreveu Pedro Cardoso no Instagram.

“Outra razão é o PT. Acho que o partido dos trabalhadores se encontra dominado pelo o q de menos bom havia nele – o que é uma pena. Acho Ciro mais livre do seu partido do que Lula de seu PT, o que me parece vantajoso.”, avançou, acrescentando: “Além disso, o PT precisa se desapegar do poder e voltar a fazer política na oposição, ou em prefeituras, onde foi mais íntegro do que quando chegou ao planalto.”.

Pedro Cardoso foi confrontado por um seguidor, que disse: “Desculpe, mas sou Lula”. O intérprete do eterno ‘Agostinho’ devolveu: “Respeito sua opinião, mas não sou Lula e nem Ciro. Sou Pedro, mas votarei em qualquer um dos dois”.

O ator e comediante ressaltou a importância de se escolher melhor deputados e senadores na hora da eleição. “É quase inútil um melhor presidente sem um melhor parlamento”, opinou.

Veja a matéria completa aqui.

Mais notícias no BRI

Compartilhe

Written by:

1.690 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.