PDT-SP repudia agressões de militantes do PCO em nota oficial

PDT-SP repudia agressões de militantes do PCO – O PDT da cidade de São Paulo e a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) emitiram nota oficial conjunta em que repudiam com veemência as agressões e ameaças praticadas por militantes do PCO nos atos contra Jair Bolsonaro ocorridos no último sábado (03). Agressões foram relatadas em diversas capitais e contra militantes de diferentes partidos, inclusive do PDT.

“O mais grave é ver a satisfação e endosso das atitudes covardes por parte dos dirigentes do PCO”, registra a nota assinada por Antonio Neto.

Leia na íntegra:

“Nota do PDT de São Paulo e da CSB sobre os ataques do PCO no ato do dia 3

O INIMIGO É JAIR BOLSONARO

Companheiros da Coalizão Negra por Direitos, Frente Povo Sem Medo, Frente Brasil Popular, Centrais Sindicais, Partidos Políticos e demais organizações,

O Brasil vive uma tragédia. Bolsonaro e seu Governo miliciano atacam a democracia, a Constituição e o direito à vida no Brasil. Já são mais de 520 mil irmãs e irmãos brasileiros que padeceram na pandemia.

O impeachment e o fim do Governo Bolsonaro é a grande prioridade de todos os democratas que têm compromisso com o país. É por isso que os trabalhistas estão ao lado do povo nas ruas pelo Fora Bolsonaro. É urgente a ampliação do movimento com setores que se comprometam com o impeachment desse presidente corrupto e genocida.

Não há mais tempo para vaidades, tampouco para sectarismos. Mas não basta apenas garantir a participação desses grupos nos atos, é preciso ir além. É preciso garantir a segurança de todos e coibir as vergonhosas atitudes dos militantes do PCO (Partido da Causa Operária) que geraram violência e ódio no último ato.

O PDT São Paulo se solidariza com a nossa presidente da Juventude Socialista, Amanda Salgado, que foi alvo dos ataques misóginos do PCO. Assim como nos solidarizamos com a militância do PSDB e com os dirigentes da Rede Sustentabilidade e da Força Sindical que foram alvos do sectarismo raivoso.

O mais grave é ver a satisfação e endosso das atitudes covardes por parte dos dirigentes do PCO. Atitudes que não foram isoladas e se repetiram em outros estados como Santa Catarina e Rio de Janeiro.

É urgente que as entidades organizadoras do ato repudiem essa violência e afastem esse grupelho da organização do próximo ato. Não podemos tolerar extremismos nem atitudes típicas daqueles que estamos na luta para derrotar.

Nós trabalhistas não vamos abaixar nossas bandeiras e esconder nossas referências e líderes. Também não vamos ceder o verde e amarelo aos fascistas por causa de um grupelho que se diz de esquerda. Unidade na luta! Democracia sempre!

FORA BOLSONARO!

Antonio Neto
Presidente do PDT São Paulo e
Presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB)”

Compartilhe

Written by:

1.708 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.