PDT oficializa movimento Cristãos Trabalhistas em todo o país

PDT oficializa movimento Cristãos Trabalhistas – Na manhã desta quinta-feira (13), o Partido Democrático Trabalhista (PDT), através da figura do seu presidente nacional, Carlos Lupi, oficializou a criação do movimento Cristãos Trabalhistas, que será presidido pelo pastor catarinense Alexandre Gonçalves.

“Nós já atuamos desde 2018 de maneira orgânica e após vencer várias etapas burocráticas, conseguimos a homologação do movimento que já está em 22 estados do Brasil”, comemora Gonçalves. “Somos um movimento de diálogo. A gente quer dialogar tanto com os cristãos, quanto com os colegas do campo progressista. Um diálogo que tem que ser feito via de mão-dupla.”, acrescenta.

“Por um lado, a gente precisa ajudar os nossos colegas do campo progressista a não fazerem generalizações, a tratar com respeito a fé cristã, pra que a gente rompa esse ciclo de ódio que existe. Por outro lado também, com relação aos cristãos, ajudá-los a entenderem que o Evangelho não interrompe, não cria qualquer obstáculo a uma pauta que seja progressista, no sentido de todas as necessidades que o país tem de desenvolvimento” – Pastor Alexandre Gonçalves, presidente do Cristãos Trabalhistas

O presidente do CT pontua que o movimento quer disputar uma pauta “muito forte” no meio cristão conservador, que á a ‘defesa da família’. “Enquanto esse pessoal fala sobre defesa da família apenas como uma questão moral, nós queremos falar de defesa da família defendendo os direitos dos trabalhadores”, explica.

Gonçalves ressalta ainda que o CT é uma voz para que as pessoas não olhem as propostas progressistas e inventem espantalhos, como “querer implantar comunismo, querendo implantar algum tipo de cerceamento à liberdade individual”. “Somos favoráveis ao Estado de Direito democrático, à nossa Constituição e às garantias individuais: uma delas é garantir o direito a fé, ou até à ausência dela dentro do Estado Laico”, finaliza.

“Um trabalhador que tem uma jornada de trabalho bem remunerada, com a folga semanal remunerada, com férias remuneradas, com condições boas de trabalho, ele tem mais tempo para ficar com a sua família. Um trabalhador que tem um transporte público digno, que ele não fique 3 horas dentro de um ônibus, tem mais tempo para estar com seus filhos, com suas filhas, ter tempo de qualidade, e isso sim é defesa da família. Nós vamos disputar essa pauta mostrando que a defesa da família do Evangelho na verdade é essa e não uma defesa hipócrita, exterior, que não é o que o Evangelho diz” – Pastor Alexandre Gonçalves

Pluralidade

O PDT dá mais um passo na direção de dar pluralidade ao partido e às diferentes correntes que existem no país, como os cristãos. A ideia é, além de dar voz aos milhares de cristãos filiados ao partido, levar as bandeiras do trabalhismo para as comunidades eclesiásticas e suas lideranças.

Por certo, a movimentação também visa dar maior capilaridade ao Projeto Nacional de Desenvolvimento (PND) de Ciro Gomes para as eleições presidenciais de 2022. Ciro tem pregado que não se deve taxar parte da população de “fascista” por conta de sua escolha por Bolsonaro em 2018, e sim abrir dialogo com as bases eleitorais que elegeram o atual presidente.

PDT na vanguarda

Carlos Lupi lembrou que em 1989, o PDT foi o primeiro partido a oficializar um núcleo evangélico, a época de apoio a candidatura presidencial de Brizola, sendo vanguardista nas temáticas religiosas.

Lupi também ressaltou a importância do atual movimento em abarcar todos os segmentos da cristandade que se identificam com o trabalhismo. Além do movimento cristão, o PDT já havia criado o movimento PDT Axé, prestigiando as questões ligadas as religiões de matriz africana.

“Os evangélicos que apoiaram o Bolsonaro, em sua maioria, o fizeram por ser contra a esquerda, personificada no PT. Parte ainda segue apoiando, e quem se arrependeu ainda carrega a repulsa ao PT, e deve procurar outra opção na centro-direita”, argumenta Gislene Coelho, presidente estadual do movimento em São Paulo.

“O papel do movimento Cristãos Trabalhistas é promover esse diálogo com essa parcela da população e mostrar que o Trabalhismo tem a ver com educação, trabalho e desenvolvimento e redução da desigualdade. Essa debate deve ser feito com cuidado e amor” – Gislene Coelho, presidente Cristãos Trabalhistas de SP

O secretário de Comunicação do CT, Fernando Mendonça, fala sobre os desafios que o movimento tem pela frente. “Nosso maior desafio é comunicar que o trabalhismo, historicamente, é um defensor feroz da liberdade religiosa. A liberdade de crença e culto são nucleares no trabalhismo. Não nos confundindo com correntes que pregam qualquer tipo de perseguição contra aqueles que professam a sua fé”, diz Mendonça.

Em seu perfil oficial, o movimento Cristãos Trabalhistas comemorou a oficialização.

Vídeo: PM reprime manifestantes contra Bolsonaro em Alagoas

Manifestantes fecharam uma via de acesso ao aeroporto de Maceió para protestar contra a chegada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao Alagoas e foram duramente reprimidos pela Polícia Militar (PM).

Assista o vídeo e leia a matéria completa aqui.

Aprovação de Bolsonaro é a pior da história e rejeição chega a 45%

O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem a aprovação de 24% dos brasileiros, a pior marca de seu mandato até aqui, segundo pesquisa do instituto Datafolha, enquanto os que rejeitam o governo, considerando-o ruim ou péssimo, eram 44% e são 45%.

Leia a matéria completa aqui.

The Intercept: Lula deixa negros, mulheres e trans fora de conversas para 2022

Uma reportagem do jornal The Intercept afirma de forma incisiva que negros, mulheres cis e mulheres e homens trans foram deixados de fora das articulações feitas pelo ex-presidente Lula (PT) nas últimas semanas para as eleições de 2022. Lula foi a reuniões com caciques sobretudo do Nordeste do país, como Renan Calheiros (MDB-AL), Eunício de Oliveira (MDB-CE) e José Sarney (MDB-MA), em busca de apoio para as eleições do ano que vem.

Leia a matéria completa aqui.

Thiago Manga: “Me cobrem: vai dar Ciro x Lula”

A pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (12) alvoroçou a militância virtual. Ela aponta para uma vitória tanto de Ciro Gomes (PDT) quanto de Lula (PT) caso enfrentem Jair Bolsonaro em um eventual segundo turno, nas eleições de 2022. Lula cresceu no voto de primeiro turno, fazendo com que os lulopetistas comemorassem como se tivessem vencido a eleição. Enquanto isso, alguns ciristas mostraram desânimo.

Leia a matéria completa aqui.

Datafolha aponta vitória de Ciro e Lula contra Bolsonaro em 2022

Uma pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quarta-feira (12) aponta para uma vitória tanto de Ciro Gomes (PDT) quanto de Lula (PT) caso enfrentem Jair Bolsonaro (sem partido) em um eventual segundo turno, nas eleições de 2022.

Leia a matéria completa aqui.

CPI envia ao MPF denúncia de crime de falso testemunho contra Wajngarten

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), informou nesta quarta-feira (12) que enviará ao Ministério Público Federal (MPF) o depoimento do ex-secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, prestado à comissão para que se avalie uma denúncia de crime de falso testemunho contra Wajngarten.

Leia a matéria completa aqui.

Vídeo: Flávio Bolsonaro defende Wajgarten e chama Renan Calheiros de “vagabundo”

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) xingou o relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL),  de ‘vagabundo’ ao defender a ‘honestidade’ de Fabio Wajngarten durante o depoimento de Wajngarten na comissão, que acabou suspensa pelo presidente da comissão, o senador Omar Aziz (PSD-AM). “Vagabundo é você que roubou na ‘rachadinha’”, devolveu Renan Calheiros.

Assista o vídeo e leia a matéria completa aqui.

Veja mais notícias no BRI.

Facebook Comments Box
Compartilhe

Written by:

1.389 Posts

View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *