OPINIÃO: As mentiras que ceifaram vidas

Você que elegeu o Bolsonaro. Está na hora de abaixar as armas. De sair do transe. De reconhecer que foi uma ilusão. Você achou que, votando nele, estava defendendo o Brasil, sendo patriota, salvando o país da corrupção. Mas já ficou claro que não era nada disso. Caiu a máscara. O país está morrendo, refém da loucura bolsonarista.

A situação está muito feia mesmo. São mais de 3.000 mortos por dia, já passamos de 300 mil mortos. Porque o genocida que ocupa a Presidência não fez o básico, que era comprar vacina para proteger o nosso povo, fazer campanha pelas máscaras e pelo isolamento e dar condições para os trabalhadores ficarem em casa e as empresas não quebrarem.

Mas ele fez exatamente o contrário de tudo isso. Ele fez campanha contra a vacina o tempo todo, comemorou até o suicídio de um voluntário da pesquisa porque achou que, se a vacina desse errado, isso seria uma vitória política para ele.

Que pessoa é essa? Que presidente é esse? Isso é coisa de gente ruim, sem coração, sem alma. Um presidente que faz chacota com as pessoas morrendo sem ar em uma live? Que é fã declarado de um torturador que levava crianças para assistir à mãe ser torturada? Que homem é esse? Como alguém que é religioso, que segue os ensinamentos de Jesus, pode apoiar essa criatura maligna?

Muita gente votou nele enganada, achando que ele era folclórico, um “tio do pavê” que fala o que pensa. Mas não, não é nada disso. Ele é um ser do mal. E que está matando o nosso país e o nosso futuro.

Você, empresário, comerciante, profissional liberal, que votou nele pensando que seria bom pra economia botar o Paulo Guedes lá, já viu que não deu certo. Eles são incompetentes, não sabem fazer a economia funcionar, não sabem como gerar emprego, como proteger o nosso povo e as nossas empresas. As indústrias estão indo embora.

Eles não defendem os interesses do país, não são patriotas de verdade. Batem continência pra bandeira americana. Deixam as nossas florestas e o nosso Pantanal queimar, os nossos bichos morrerem, os nossos rios serem contaminados pelos garimpos ilegais. Nossas maiores riquezas estão virando cinzas. Viramos um pária internacional por causa deles. Não foi para isso que você votou.

As pessoas inteligentes também erram, mas elas sabem reconhecer o erro e mudar de direção. Política não é como um jogo de futebol, em que se torce irracionalmente pelo time do coração. Tem muito mais coisa em jogo. A nossa vida está em jogo. O nosso país está em jogo.

Está na hora de parar de brincar e colocar o país na mão de quem sabe fazer, de profissionais. De gente decente, e não de bandidos, corruptos, que compram mansão de R$ 6 milhões sem explicação. Gente ligada à milícia carioca, a pior bandidagem que existe, que explora comunidades pobres, que toca o terror pra cima de quem não tem como se defender, que tortura e mata.

Você não é bandido. Saia dessa lama. Derrotar o Bolsonaro não é uma batalha contra a direita ou a extrema-direita. É uma batalha contra o mal. A guerra é civilização contra barbárie. Escolha o lado certo dessa luta, defenda o nosso país, defenda o nosso povo. Ele tem que parar de nos matar.

Por Antonio Neto, presidente municipal do PDT de São Paulo e presidente da CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros)

Este texto é opinativo e não reflete, necessariamente, a opinião do site Brasil Independente.

Compartilhe

Written by:

1.637 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.