Depois do abraço, a conta: após eleição de Lira, Centrão pressiona Planalto por Banco do Brasil e Casa da Moeda

Partidos também cobram do governo Bolsonaro postos de 2º e 3º escalões sinalizados durante a campanha no Congresso ou prometidos no ano passado

Arthur Lira cobra a fatura do apoio ao Governo Bolsonaro / Foto: Reprodução/Youtube

Com a eleição de Arthur Lira (PP-AL) para o comando da Câmara e de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para a presidência do Senado, partidos que integram o Centrão pressionam o Palácio do Planalto a pagar já no início deste ano a fatura pelo apoio aos candidatos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

As exigências do grupo não são apenas por espaço na Esplanada dos Ministérios, como os comandos das pastas da Cidadania e do Desenvolvimento Regional.

As legendas cobram também postos de segundo e terceiro escalões sinalizados durante a campanha legislativa ou prometidos no ano passado, mas que ainda não foram entregues.

Fonte: Folha de S. Paulo

Compartilhe

Written by:

1.631 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.