CPI da Covid: Governo lista mais acusações de crimes que investigação da oposição

O jornalista Octavio Guedes, da Globo News, divulgou uma notícia interessante em seu blog: o ácido comentarista político afirma que o documento elaborado pela Casa Civil para defender o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) das acusações de negligência na pandemia superou o número de acusações de possíveis crimes que constam do roteiro sugerido pelo vice-presidente da CPI da Covid, o senador Randolfe Rodrigues (Rede/AP).

Segundo Octavio Guedes, o documento do governo aponta 23 possíveis crimes, contra 18 do roteiro da oposição na própria CPI da Covid. Cinco a mais. Veja aqui os pontos levantados pela Casa Civil e também alguns pontos do roteiro que a CPI pretende seguir.

Entre as investigações que não estavam no rascunho da CPI, mas são “sugeridas” pelo governo, estão: genocídio de populações indígenas, militarização do Ministério da Saúde e descumprimento das orientações do Tribunal de Contas da União. Uma delas aponta a necessidade de o governo federal coordenar a aplicação de recursos federais.

O jornalista conclui que a Casa Civil acaba dando uma forcinha para a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para depor, já que inclui dois pontos econômicos, que não estavam no radar da CPI: ineficácia do Pronampe, programa voltado para pequenas e microempresas, e demora no pagamento do auxílio emergencial.

Noticia também que o senador Randolfe Rodrigues ironizou o fato a amigos: “É uma grata surpresa saber que a CPI ainda nem começou e já tem delação premiada. Aliás, delação precoce, para ficar em linha com a atuação do governo neste campo”.

Com a ironia usual, Octavio Guedes finaliza a nota sugerindo um vigésimo quarto ponto para o documento da Casa Civil: a usurpação do papel da oposição.

Ex-assessores de Bolsonaro suspeitos de serem ‘fantasmas’: R$ 165 mil em auxílios

Tasso Jereissati aponta Ciro Gomes como possível candidato do centro em 22

Pela primeira vez desde que foi incentivado a entrar na disputa de 2022, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) admitiu participar de prévias do partido para a escolha do candidato à presidência e aponta Ciro Gomes (PDT) como possível candidato do centro para construir uma terceira via diante da polarização entre a esquerda e a extrema direita em 2022. Veja a matéria completa aqui.

Ciro comenta reportagem sobre efeitos da desindustrialização no combate à covid

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) comentou, em vídeo, uma reportagem da TV Globo sobre efeitos da desindustrialização no combate à covid e utilizou as suas redes sociais neste domingo (25) para defender que o Brasil invista na indústria nacional e na ciência como forma de o país obter independência tecnológica na produção de insumos médicos, equipamentos e até mesmo na produção de vacinas. Veja o vídeo e leia a matéria completa aqui.

Desaprovação de Bolsonaro dispara de 37% para 54%

Pesquisa Exame/Ideia, divulgada nesta sexta-feira (23), aponta que a desaprovação popular ao governo Jair Bolsonaro chegou ao pior patamar desde que ele assumiu o cargo, em janeiro de 2019. Ao todo, 54% dos entrevistados desaprovam a maneira como ele trabalha. O índice era de 37% em janeiro de 2021.

Leia a matéria completa aqui.

Veja mais notícias no BRI.

Compartilhe

Written by:

1.631 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.