Ciro sobre ‘Bolsolão’: “Roubalheira aumentou como nunca no governo Bolsonaro”

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) usou as redes sociais nesta segunda-feira (10) para criticar a “roubalheira” das compras superfaturadas de tratores em troca de apoio do Congresso Nacional, esquema que seria comandado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Segundo reportagem do Estadão, por meio dessa prática, intitulada de “tratoraço” e “bolsolão”, o mandatário reservou um orçamento secreto de R$ 3 bi em emendas, boa parte delas destinada à compra de tratores e equipamentos agrícolas.

Apontado como presidenciável do PDT para 2022, Ciro defende que a criação do orçamento secreto deve ser investigada. “Excelente reportagem de Breno Pires, no Estadão de hoje, confirma algumas coisas que venho dizendo há meses: a roubalheira aumentou e se disfarçou, como nunca, no governo Bolsonaro. O festival de emendas do aluguel do Centrão é um crime gigantesco que precisa ser apurado e punido”, diz o pedetista.

Fonte: O Povo

Vídeo: Policial dá tiros de fuzil durante manifestação de mulheres no RJ

Um policial deu tiros de fuzil durante uma manifestação de mulheres em Paraty, no estado do Rio de Janeiro (RJ), causando correria e pânico. Uma manifestação de mulheres contra o feminicídio terminou de forma violenta em Paraty (RJ), nesta segunda-feira (10). Aproximadamente 50 pessoas protestavam em frente à delegacia da cidade quando um agente armado saiu e disparou.

Veja o vídeo e leia a matéria completa aqui.

Picanha em churrasco de Bolsonaro custa R$ 1.799,99 o quilo

O churrasco organizado pelo presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada, em Brasília, durante o fim de semana do Dia das Mães contou com peças de picanha que custam R$ 1.799,99 o quilo. Um churrasqueiro, amigo do presidente, foi contratado para a comemoração e postou uma foto ao lado de Bolsonaro nas redes sociais.

Leia a matéria completa aqui.

Brasil investiga morte de gestante após AstraZeneca; Anvisa suspende uso

O Ministério da Saúde do Brasil afirma que investiga o caso de uma gestante que morreu no Rio de Janeiro após ter sido imunizada com a vacina AstraZeneca. Em nota enviada ao Painel, a pasta ainda diz que “reavalia a imunização no grupo de gestantes sem comorbidades”.

Leia a matéria completa aqui.

Ciro, Lula e Mandetta venceriam Bolsonaro em 2022, diz pesquisa; Haddad não

Pesquisa Atlas publicada nesta segunda-feira (10) mostra que se a eleição fosse hoje, Jair Bolsonaro (sem partido) seria derrotado em um eventual segundo turno por Ciro Gomes (PDT), Henrique Mandetta (DEM) e Lula (PT), enquanto Fernando Haddad (PT) seria derrotado novamente, como ocorreu nas eleições de 2018.

Leia a matéria completa aqui.

Veja mais notícias no BRI.

Facebook Comments Box
Compartilhe

Written by:

1.411 Posts

View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *