Ciro no Flow: ‘Bolsonaro é assassino e será julgado no Tribunal de Haia’

Ciro no Flow – O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) deu uma entrevista ao programa de podcast No Flow, na noite deste domingo (20) e disparou: “Bolsonaro é um assassino e será julgado no Tribunal Internacional de Haia. Essas mais de 500 mil vidas brasileiras não ficarão impunes”.

LEIA: Metade dos jovens quer deixar Brasil por falta de perspectivas
LEIA: Boulos se irrita com pressão do PT: ‘postura de quem não quer unidade’
LEIA: Equipe eleitoral de Bolsonaro alerta para avanço de Ciro Gomes: “Lula ajuda”
LEIA: Centrais sindicais fazem ‘esquenta’ na véspera de protestos contra Bolsonaro

Veja outros trechos da entrevista de Ciro Gomes ao No Flow:

Desindustrialização no Brasil

“Tenho denunciado há anos a destruição das indústrias, uma das causas centrais do nosso empobrecimento como nação. Hoje o Brasil compra do estrangeiro itens básicos que poderiam ser produzidos aqui, patrocinando desenvolvimento em outros países.

Em 1980, o Brasil equivalia a oito Chinas no ponto de vista de modernidade industrial. Hoje a China está com robô em Marte e o Brasil precisa importar máscaras de proteção. Bolsonaro está agravando tudo isso, mas não foi só ele. Foram os últimos 30 anos de desmonte”.

LEIA: BNDES financiou R$ 280 milhões a empresas que produzem cloroquina
LEIA: 19J: Manifesto da JS-SP pede povo unido por vacina, trabalho e fora Bolsonaro
LEIA: Witzel diz que Flávio Bolsonaro é ‘dono’ de hospitais federais do RJ

Alta de combustíveis

“O Brasil sabe produzir combustível há anos, mas hoje compra de fora com o pretexto mentiroso que é mais barato. Me diga você, caminhoneiro que foi enganado por Bolsonaro: quanto está pagando no diesel?

É caro porque vem em dólar e reajusta sempre que o câmbio sobe.”

Juros da dívida

“O deputado Mauro Benevides Filho criou o projeto de lei para encontrar 170 bilhões do orçamento para Bolsonaro pagar o auxílio emergencial até atingir 75% de vacinação no Brasil. Sabe o que os canalhas fizeram? Pegaram o dinheiro e colocaram nos juros da dívida. Depois disseram que não tinha dinheiro!”

LEIA: Líder de caminhoneiros ameaça greve: “Estamos no limite”
LEIA: Diversos partidos se reúnem e anunciam: ‘nem Lula, nem Bolsonaro’
LEIA: Flávio Dino: ‘Não excluo Ciro Gomes e PDT de qualquer debate’
LEIA: Luciano Huck desiste da presidência em 22 e terá domingo na Globo

Bolsonaro e Lula faces de uma mesma moeda

“Precisamos derrotar Bolsonaro, mas esse é mesmo o único assunto? E todos os problemas que tratamos aqui, como é que resolve? Qual é a proposta? E o tamanho do buraco que colocaram o Brasil? Bolsonaro e Lula são um parasitismo recíproco.”

Assista o programa na íntegra:

LEIA: Wilson Witzel diz que é perseguido por investigar morte de Marielle
LEIA: Witzel diz que revelará ‘fato gravíssimo’ contra Bolsonaro em reunião sigilosa
LEIA: Casal acusa jovem negro de roubo, é denunciado por racismo e demitido
LEIA: Kalil não descarta ser vice de Ciro Gomes: “É um ótimo nome”

Governo quer flexibilizar validade de alimentos no Brasil

Em um aceno ao setor de supermercados, o governo vai criar um grupo de trabalho para avaliar proposta de flexibilização da regra que trata da validade de alimentos no Brasil. A sugestão é adotar modelo que permita vendas de baixo custo e doações a partir de determinado prazo.

Leia a matéria completa aqui.

Witzel: Milícia atua na máfia da saúde no RJ; ‘Corro risco de vida’

Em depoimento à CPI da Covid nesta quarta-feira (16) no Senado, o ex-governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, afirmou que ele e sua família correm risco de vida e que seu impeachment foi financiado por uma máfia na área de saúde.

Leia a matéria completa aqui.

Sociólogo diz que desistência de Huck ‘beneficia centro-esquerda’

Em entrevista publicada no Estadão e assinada pelo jornalista Pedro Venceslau, o especialista em pesquisas eleitorais, sociólogo Antonio Lavareda, presidente do conselho do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), disse que os partidos que buscam uma “terceira via” nas eleições presidenciais de 2022, como alternativa à polarização entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), precisam encontrar um nome que atinja os dois dígitos nas pesquisas de intenção de voto até o início do ano que vem.

Leia a matéria completa aqui.

Veja mais notícias no BRI.

Compartilhe

Written by:

1.631 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.