URGENTE: Bolsonaro está a beira do surto e Exército pode assumir situação

Bolsonaro está a beira do surto – Enquanto o Brasil anuncia seu segundo recorde de mortes consecutivo pelo coronavírus nesta quarta-feira (03), o que acontece nos corredores de Brasília é uma histeria geral: Bolsonaro está a beira de um surto psicótico.

Ministros teriam passado o dia tentando acalmar o presidente que, após ir na contramão de tudo o que tem feito até então, chegou a fechar um acordo com a Pfizer para comprar 100 milhões de vacinas.

O clima na capital é tenso e até mesmo o Exército já está de prontidão para o que pode vir a seguir com o colapso geral dos hospitais públicos e privados em praticamente todos os estados da federação.

Dentro das Forças Armadas, a notícia é que todos os médicos estão sendo convocados para atuar já nos próximos dias.

Oremos.

PIB despenca e Brasil sai do Top 10

Com o tombo histórico no Produto Interno Bruto em 2020, com queda de 4.1%, o Brasil saiu do ranking das 10 maiores economias do mundo e caiu para a 12ª colocação, segundo levantamento da agência de classificação de risco Austin Rating.

Em 2019, o Brasil ficou na 9ª posição. De acordo com o ranking, o Brasil foi superado em 2020 por Canadá, Coreia e Rússia.

PEC Emergencial aprovada

Os senadores aprovaram a chamada PEC Emergencial nesta quarta-feira (03), em 1º turno, com medidas de controle dos gastos públicos e que autoriza o pagamento de até R$ 44 bilhões por meio do novo auxílio emergencial.

O texto recebeu 62 votos favoráveis. O 2º turno de votação da matéria ocorrerá amanhã. Se aprovada em dois turnos, a PEC segue para votação da Câmara dos Deputados.

O número de parcelas e o valor do benefício dependem da aprovação de uma proposta legislativa pelo Congresso Nacional.

O governo deve enviar ao Congresso uma MP (Medida Provisória) com a previsão de quatro parcelas do novo auxílio, com valor de R$ 250.

Compartilhe

Written by:

1.631 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.