Bolsonaro é acusado de crimes contra a humanidade no Parlamento Europeu

Em audiência, nesta quinta-feira (15), o Parlamento Europeu avaliou a situação da Covid-19 no Brasil. Os deputados participantes da reunião acusaram Bolsonaro de crimes contra a humanidade, e afirmaram que a situação atual do país é resultado das decisões do presidente. As informações são do colunista Jamil Chade, do UOL.

Na Europa, o Brasil é considerado uma ameaça sanitária global. Por isso, a audiência serviu para discutir sobre a situação brasileira e apresentar questões ao embaixador do Brasil na UE, Marcos Galvão. A reunião pode ser considerada um reflexo da repercussão internacional da crise.

Diversos deputados usaram o encontro para criticar as ações do presidente Jair Bolsonaro, assim como acusá-lo de cometer crimes contra a humanidade. A alemã Anna Cavazzini, eurodeputada pelo Partido Verde, falou: “O que ocorre no Brasil é uma tragédia. Mas poderia ter sido evitada e baseada em decisões políticas equivocadas.”

Cavazzini também destacou a fome enfrentada pela população brasileira e questionou o destino do dinheiro: “Se Bolsonaro nega a crise e coloca medidas que impedem a ação contra a pandemia, para onde é que o dinheiro vai?”

O eurodeputado Miguel Urban Crespo, do partido Podemos, também fez diversas críticas a Bolsonaro, e disse que o presidente é o responsável pela crise. Além disso, o deputado falou sobre ser uma “autêntica vergonha” que a União Europeia continue negociando um acordo comercial com o Mercosul.

“Bolsonaro declarou guerra aos pobres, à ciência, à vida e à medicina (…) Vamos dizer claramente: a necropolítica de Bolsonaro é um crime contra a humanidade contra o povo brasileiro,” falou.

Camila Asano, diretora da ONG Conectas, também foi convidada para falar sobre a situação brasileira: “Sofremos perdas de vidas que poderiam ser evitadas (…) Não vivemos mais em uma normalidade democrática.”

A audiência também discutiu a morte de ativistas de direitos humanos no Brasil e a mudança na distribuição de vacina para socorrer o país. O embaixador Marcos Galvão fez diversos apelos à União Europeia para dar mais doses de imunizantes ao Brasil.

Fonte: Rolling Stone

PDT envia notícia-crime contra Ricardo Salles ao STF

O diretório nacional do PDT apresentou nesta quinta (15) uma notícia-crime no STF (Supremo Tribunal Federal) contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, acusando-o de pressionar a Polícia Federal e de apoiar investigados por crimes ambientais. Leia a matéria completa aqui.

PDT de Ciro vai reunir autores dos mais de 100 pedidos de impeachment em Plenária Nacional

Em uma das primeiras ações da frente de nove partidos contra o governo Bolsonaro, formalizada na última terça (13/4), será lançada a Plenária Nacional do Impeachment. A assembleia vai reunir os autores dos mais de 100 pedidos de impeachment contra Bolsonaro. A frente é formada por PDT, PCdoB, PSB, PSOL, PT, PV, Rede, Cidadania e UP. Leia a matéria completa aqui.

TSE sinaliza que deve liberar Tabata Amaral por traição a decisão partidária

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sinalizou, nesta terça-feira (13), que deve liberar a deputada federal Tabata Amaral para sair do PDT após a parlamentar descumprir resolução do partido e votar a favor da reforma da previdência, na Câmara dos Deputados, em 2019. Leia a matéria completa aqui.

Enquanto flerta com Eunicio e Renan, Lula diz que Ciro quer ‘agradar direita’

Enquanto flerta com Eunício de Oliveira (MDB-CE) e Renan Calheiros (MDB-AL) para uma possível aliança para as eleições de 2022, Lula (PT) voltou a atacar Ciro Gomes (PDT), insinuando que o ex-ministro tenta “agradar setores da direita”. Leia a matéria completa aqui.

Veja mais notícias no BRI.

Compartilhe

Written by:

1.631 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.