Após vencer no Congresso, Lira agora quer tomar o reduto eleitoral de Rodrigo Maia no RJ

De olho nas eleições de 2022, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), mira a expansão do partido e projeta uma base eleitoral sólida para a disputa no Rio de Janeiro. O estado é berço político do seu antecessor no cargo, Rodrigo Maia (DEM). Por isso, o nome do governador em exercício do estado, Cláudio Castro (PSC), é dado como certo para entrar na legenda.

Foto: Sérgio Lima

A migração de Castro para o PP agradaria o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que apoiou a eleição de Lira, e facilitaria a aprovação de emendas com o apoio da bancada fluminense na Câmara.

A troca de partido soa como uma oportunidade para Castro, que assim se “desgarraria” do PSC, partido do governador afastado Wilson Witzel —que ainda fica longe do cargo por um ano— e do Pastor Everaldo, que continua preso.

O convite a Castro foi feito na última semana por Lira e pelo presidente nacional da legenda, o senador Ciro Nogueira (PP-PI). No novo partido, ele seria candidato ao governo do Rio nas eleições do ano que vem, na disputa com um eventual candidato lançado por Maia e pelo prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes (DEM).

 

Compartilhe

Written by:

1.708 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.