Além de ‘vexame’, Copa América deixou nova variante da covid no Brasil

Copa América deixou nova variante da covid – Matéria assinada pelo jornalista Bruno Ribeiro no Estadão aponta que ao menos uma nova variante do coronavírus que não circulava no Brasil foi introduzida no país por causa da Copa América. Amostras colhidas do Mato Grosso com duas pessoas diferentes, que estavam com a doença, foram analisadas pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, que identificou a variante de interesse B.1.621, até então inédita em território brasileiro.

Os testes positivos foram de um colombiano e um equatoriano. Colômbia e Equador se enfrentaram na Arena Pantanal, em Cuiabá, na abertura do torneio, em 13 de junho. No último balanço divulgado pela Conmebol, em 24 de junho, 166 pessoas relacionadas à Copa América estavam com o vírus. Os Estados mandaram para o instituto fazer a sequência de amostras vindas dos jogadores, comissão e delegações dos países.

A possibilidade que jogadores estrangeiros que viessem ao Brasil pudessem trazer novas variantes do coronavírus foi um dos motivos para especialistas e autoridades criticarem a realização do torneio no País. Alguns Estados, como São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e Rio Grande do Sul chegaram a vetar a realização de partidas em seus Estados.

OUTRAS NOTÍCIAS:

ASSISTA: Bolsonarista é expulso de igreja após discurso de ódio
LEIA: PT não aceita autocrítica sobre corrupção de fundador do partido
LEIA: Prefeito de Recife, João Campos defende que PSB apoie 3ª via
LEIA: Sarney encontra Bolsonaro e liderança do PT no mesmo dia, diz site
LEIA: Pela 1ª vez, maioria dos brasileiros quer impeachment de Bolsonaro
LEIA: Ciro detona Bolsonaro após ataque ao TSE: “Últimas braçadas de um afogado”

A variante encontrada nos testes é originária da Colômbia, mas já chegou no Caribe, nos Estados Unidos e em algumas localidades da Europa. Variantes de interesse, como a B 1.216, são aquelas mutações que precisam ser acompanhadas mas que, até o momento, não trouxeram indicação de desenvolverem formas mais letais ou contagiosas da doença. Há ainda as variantes de preocupação, como a Delta, que têm essas características.

Desde que o governo federal e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciaram a realização da Copa América no Brasil, o Ministério da Saúde solicitou auxílio do Adolfo Lutz para a realização do mapeamento genômico dos testes de covid-19 realizados no pessoal envolvido na competição. É o mapeamento que permite a identificação de novas variáveis.

Copa América deixou nova variante da covid e após confirmar o fato, o Adolfo Lutz enviou alertas para o Estado do Mato Grosso, território onde o material foi coletado, e ao Ministério das Saúde. Durante os jogos, além do Mato Grosso, a seleção da Colômbia teve partidas contra Venezuela, Peru, Brasil, Argentina e Uruguai em Goiás, no Rio e no Distrito Federal.

OUTRAS NOTÍCIAS:

LEIA: Antonio Neto e Amanda Salgado: Um resgate para passar o Brasil a limpo
LEIA: Atacado por militares, Omar Aziz agradece apoio de Ciro Gomes
LEIA: Bolsonaro se enrola sobre reunião com Luis Miranda: “Fantasiosa”
LEIA: Bolsonaro passa mal, tem soluço e dificuldade para falar em visita ao Sul

Já o Equador só saiu do Mato Grosso para enfrentar o Brasil, no Rio. O país também jogou contra Venezuela, Peru e Argentina.

Só em São Paulo, Estado onde fica o Adolfo Lutz, já foram identificadas 21 variantes diferentes do coronavirus, segundo balanço do Instituto Butantan do último dia 26. A variante Gama, originária de Manaus, é a mais comum em circulação. A variante B. 1.216, por de interesse, ainda não tem outro nome.

A reportagem não conseguiu contato com o governo do Mato Grosso neste domingo para saber quais medidas haviam sido adotadas para monitorar pessoas que eventualmente tiveram contato com os contaminados. O Ministério da Saúde foi procurado, mas não se manifestou sobre o caso.

Bolsonaro despenca nas pesquisas e 51% dos brasileiros acha governo ‘péssimo’

O povo brasileiro não tem a melhor impressão de seu presidente. Ao contrário: para a maioria da população, Jair Bolsonaro é desonesto, falso, incompetente, despreparado, indeciso, autoritário, favorece os ricos e mostra pouca inteligência.

Leia a matéria completa aqui.

LEIA: 6 de cada 10 brasileiros rejeitam Bolsonaro para 2022, diz Datafolha

Entidades de advogados e magistrados repudiam ‘ameaça’ de militares

Associações de juristas, advogados, magistrados e também a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) divulgaram uma nota conjunta em que repudiam os ataques ao Parlamento brasileiro por parte do Ministério da Defesa.

Leia a matéria completa aqui.

LEIA: Ciro Gomes se consolida na 3ª via e quase dobra intenções de voto, diz pesquisa

Viúva de suposto assassino de Marielle fecha delação com MP

Segundo jornalista Guilherme Amado em Metrópoles, a viúva do capitão Adriano da Nóbrega, miliciano que era ligado a Flávio Bolsonaro e que foi assassinado na Bahia no ano passado, está perto de homologar uma delação premiada com o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro e o Ministério Público do estado.

Leia a matéria completa aqui.

LEIA: Reinaldo Azevedo dispara: “Nota dos militares é mentirosa e golpista”

Veja mais notícias no BRI.

Compartilhe

Written by:

1.631 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.