PDT emite nota sobre urgência de PL da Grilagem: “Precisa ser derrotado”

PDT emite nota sobre urgência do PL da Grilagem – O Partido Democrático Trabalhista (PDT) emitiu uma nota oficial onde deixa claro que trabalhará para derrotar o Projeto de Lei  2.633/2020 (Substituto da MPV 910/2019), mais conhecido como PL da Grilagem.

A nota explica os motivos pelos quais o PDT votou para pautar a matéria em regime de urgência.

“Reafirmamos que a medida adotada pela aprovação da urgência na matéria não nos moveu um milímetro sequer da posição adotada em maio de 2020. Afinal, e de fato, o assunto é urgente e precisa ser derrotado o quanto antes”, diz a nota.

OUTRAS NOTÍCIAS:

LEIA: Urgente: Bolsonaro tem obstrução intestinal e será levado a SP, diz site
LEIA: “Bolsonaro está à beira de um ataque de nervos”, diz ‘ex-amigo’
ASSISTA: Vídeo: Ciro Gomes rebate Lula, que disse ‘não existir’ 3ª via; “Soberba”
LEIA: Presidente do PDT, Lupi dispara contra Bolsonaro: ‘Não venha com ameaça’
ASSISTA: Vídeo desmente governo Bolsonaro sobre escândalo Covaxin; veja
LEIA: Bolsonaro passa mal de novo e é internado em hospital de Brasília

Confira na íntegra:

“Seguindo suas bandeiras históricas, partido quer derrotar pauta com celeridade

O Partido Democrático Trabalhista vem, através desta Nota Oficial, se posicionar sobre a tramitação de urgência em relação ao Projeto de Lei  2.633/2020 (Substituto da MPV 910/2019), mais conhecido como PL da Grilagem.

– Importante ressaltar que a posição assumida pela Bancada Federal do PDT em 13 de julho foi, apenas, para aprovar a URGÊNCIA a da matéria apresentada;

– Relembramos que, em maio de 2020, a Medida Provisória do Governo (MPV 910/2109) – marco inicial da discussão – foi retirada da pauta do Congresso Nacional com apoio incondicional da Bancada Federal do PDT, garantindo, naquele momento,  derrota ao Governo.

– O PDT, nos seus 42 anos de fundação, sempre combateu, ao lado dos povos das Florestas, o Meio Ambiente e a diversidade natural do país, não apenas no parlamento, mais principalmente como bandeira histórica enquanto partido. Elegemos o primeiro cacique Deputado Federal e tivemos ao nosso lado, como signatário da Carta de Lisboa (1979) – documento de fundação do partido, Alfredo Sirkis, um dos maiores ambientalistas do mundo.

Reafirmamos que a medida adotada pela aprovação da urgência na matéria não nos moveu um milímetro sequer da posição adotada em maio de 2020. Afinal, e de fato, o assunto é urgente e precisa ser derrotado o quanto antes.

Nossa Bancada Federal saberá, na hora certa, garantir a derrota necessária ao PL 2.633/2020.”

OUTRAS NOTÍCIAS:

LEIA: Bolsonaro sanciona MP da Eletrobras e veta proteção a demitidos
LEIA: Rodrigo Pacheco irá disputar a presidência em 2022, diz jornalista
LEIA: Insegurança alimentar dispara no Brasil e atinge 50 milhões, diz estudo
LEIA: Covaxin: PF abre inquérito para investigar Bolsonaro por prevaricação

Bolsonaro despenca nas pesquisas e 51% dos brasileiros acha governo ‘péssimo’

O povo brasileiro não tem a melhor impressão de seu presidente. Ao contrário: para a maioria da população, Jair Bolsonaro é desonesto, falso, incompetente, despreparado, indeciso, autoritário, favorece os ricos e mostra pouca inteligência.

Leia a matéria completa aqui.

LEIA: 6 de cada 10 brasileiros rejeitam Bolsonaro para 2022, diz Datafolha
LEIA: Mensagens apontam atuação de Michelle Bolsonaro no caso Covaxin, diz site

Entidades de advogados e magistrados repudiam ‘ameaça’ de militares

Associações de juristas, advogados, magistrados e também a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) divulgaram uma nota conjunta em que repudiam os ataques ao Parlamento brasileiro por parte do Ministério da Defesa.

Leia a matéria completa aqui.

LEIA: Ciro Gomes se consolida na 3ª via e quase dobra intenções de voto, diz pesquisa

Viúva de suposto assassino de Marielle fecha delação com MP

Segundo jornalista Guilherme Amado em Metrópoles, a viúva do capitão Adriano da Nóbrega, miliciano que era ligado a Flávio Bolsonaro e que foi assassinado na Bahia no ano passado, está perto de homologar uma delação premiada com o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro e o Ministério Público do estado.

Leia a matéria completa aqui.

LEIA: Reinaldo Azevedo dispara: “Nota dos militares é mentirosa e golpista”

Veja mais notícias no BRI.

Compartilhe

Written by:

1.631 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.