Morte de Maradona: Justiça acusa sete pessoas por homicídio doloso

Morte de Maradona – As investigações sobre a morte de Diego Maradona seguem acontecendo na Argentina. Segundo a agência EFE, sete pessoas foram acusadas de homicídio simples e doloso.

As acusações envolvem o neurocirurgião Leopoldo Luque, a psiquiatra Agustina Cosachov, o psicólogo Carlos Díaz, os enfermeiros Dahiana Madrid e Ricardo Almiron, o chefe dos enfermeiros Mariano Perroni, e Nancy Forlini, da equipe médica que tratou de Maradona.

ASSISTA: Vídeo: Apresentadora do Jornal Nacional chama Bolsonaro de ex-presidente

Os mesmos já teriam sido notificados para a prestação de declarações sobre o assunto e não podem mais deixar o país. As penas para este tipo de crime são de oito a 25 anos.

Recentemente, a investigação havia concluído, em relatório, que Maradona foi “abandonado à própria sorte”, por isso do aprofundamento dos profissionais que estão atuando no caso.

LEIA: Após boicotar Globo, ‘Véio da Havan’ paga anúncio milionário no Fantástico

O ídolo do futebol mundial morreu no dia 25 em novembro de 2020, com 60 anos.

Fonte: UOL

LEIA: Operação Salles: Relatório aponta ‘movimentação extremamente atípica’

Câmara aprova texto de privatização da Eletrobras

Numa vitória para a agenda de privatizações defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, a Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira, o texto principal da medida provisória (MP) que permite a privatização da Eletrobras. Os deputados ainda votarão sugestões para alterar a proposta que, depois, seguirá para o Senado.

Leia a matéria completa aqui.

Alerta: Ocupação de leitos de UTI volta a subir em São Paulo

A ocupação dos leitos de UTI para covid-19 voltou a aumentar no estado de São Paulo trazendo de volta o risco de um colapso nos hospitais como aconteceu em abril deste ano. O número de leitos ocupados na rede hospitalar privada cresceu 7,5% desde o final de abril, segundo pesquisa do Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios (SindHosp).

Leia a matéria completa aqui.

Mandetta: Pazuello é “quase um réu confesso”

Em entrevista exclusiva ao Congresso em Foco, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse que, ao pleitear o direito de ficar calado na CPI da Covid, Eduardo Pazuello demonstra medo de enfrentar as próprias ações.

Leia a matéria completa aqui.

Trabalhadores decidem suspender greve do Metrô de SP

Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira (19), os trabalhadores do Metrô de São Paulo (SP) decidiram, por 76% dos votos dos presentes virtualmente, suspender a greve da categoria. Com a decisão, as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata do Metrô devem operar normalmente nesta quinta-feira (20).

Leia a matéria completa aqui.

Pazuello mentiu ao menos 10 vezes na CPI da Covid, diz jornal

Durante depoimento na CPI da Covid, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello mentiu ao menos 10 vezes sobre sua gestão no combate à pandemia de covid-19.

Leia a matéria completa aqui.

Veja mais notícias no BRI.

Facebook Comments Box
Compartilhe

Written by:

1.407 Posts

View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *