Míssil contra Israel teria sido lançado do Líbano, aumentando tensão na região

Um míssil disparado contra Israel nessa segunda-feira (17) teria sido lançado do Líbano, informou uma agência de notícias ‘Conflict News’, aumentando a tensão na região, que sofre com a escalada de violência entre as forças israelenses e palestinos, na Faixa de Gaza.

LEIA: “Ataques de Israel unificam novamente a luta dos palestinos”

As autoridades israelenses estão investigando o caso, que se for confirmado, pode apontar para um possível novo levante árabe contra Israel por conta dos bombardeios feitos na Palestina, deixando centenas de civis mortos, entre eles, dezenas de crianças.

O número de mortos em Gaza subiu para um total de 188, incluindo pelo menos 55 crianças e 31 mulheres, de acordo com o Ministério da Saúde Palestino. Desde o início dos ataques aéreos em Gaza nesta semana, pelo menos 1.225 pessoas ficaram feridas, e o número deve aumentar à medida que os paramédicos continuam realizando operações de busca.

Vídeo: Câncer de Covas foi ‘agravado’ por uso de máscara, diz deputado bolsonarista

Vice-líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara, o deputado bolsonarista Giovani Cherini (PL-RS) afirmou durante reunião da Comissão e Constituição e Justiça (CCJ) na manhã desta segunda-feira (17) que o uso de máscara para proteção contra a Covid-19 agravou o câncer que vitimou o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB).

Veja o vídeo e leia a matéria completa aqui.

Pesquisador: Crise em Angola pode reatar aliança entre Igreja Universal e PT

O jornal Folha de São Paulo publicou um artigo do pesquisador do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento e doutor em ciência política pela Universidade de Oxford (Inglaterra), Mathias Alencastro, no qual ele afirma que a crise enfrentada pela Igreja Universal de Edir Macedo na África, principalmente em Angola, pode reatar uma aliança entre a Universal e PT do ex-presidente Lula.

Leia a matéria completa aqui.

Vídeo: Bolsonaro diz que é ‘imorrível’, ‘imbroxável’ e ‘incomível’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniu com apoiadores na manhã de hoje e ao ser perguntado sobre o seu estado de saúde, o chefe do Executivo nacional voltou a se definir como “imbroxável”, se categorizando também como “imorrível” e “incomível”.

Veja o vídeo e leia a matéria completa aqui.

Ciro Gomes crê em derrocada de Bolsonaro e sobe tom contra Lula: “Corruptor”

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) concedeu uma entrevista ao jornal Valor Econômico onde disse crer na derrocada de Jair Bolsonaro e subiu o tom das críticas ao ex-presidente Lula (PT). “É o maior corruptor da história brasileira”, disparou Ciro.

Leia a matéria completa aqui.

Em vídeo, Bolsonaro detona isolamento social: “Idiotas que até hoje ficam em casa”

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chamou de “idiotas” pessoas que cumprem o isolamento social, medida recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e por autoridades sanitárias do mundo todo como forma de conter a disseminação do coronavírus.

Veja o vídeo e leia a matéria completa aqui.

Ambev e Heineken são autuadas por trabalho escravo de imigrantes, diz jornal

Uma reportagem do jornal El País traz a denúncia de que duas das maiores cervejarias do mundo, as multinacionais Ambev e Heineken foram autuadas por ‘trabalho escravo’, ou seja, condições análogas à escravidão impostas aos trabalhadores e trabalhadoras em São Paulo, em sua maioria imigrantes venezuelanos.

Leia a matéria completa aqui.

Rumo a 2022, Ciro Gomes monta propostas para classe média

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE) tem reunido o seu time de economistas pensando em propostas para classe média em 2022. Com a polarização entre Bolsonaro e Lula, o presidenciável pedetista se consolidou como uma terceira via eleitoral e busca soluções para diversos setores do país que foram abandonados nas últimas décadas, como a classe média brasileira.

Leia a matéria completa aqui.

Veja mais notícias no BRI.

Facebook Comments Box
Compartilhe

Written by:

1.406 Posts

View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *