Conflito em Gaza: jogador do Manchester United, Pogba homenageia Palestina

Pogba homenageia Palestina – Os conflitos na Faixa da Gaza têm chocado o mundo e na Inglaterra, o jogador de futebol Pogba, do Manchester United, homenageou a Palestina levantando uma bandeira do país árabe durante uma partida.

Por mais que muitos dirigentes não queiram, o futebol não está à margem dos fenômenos sociais. Por isso, o conflito em Gaza já entrou em campo. Nos últimos dias, jogadores desfilaram com a bandeira de Israel e da Palestina em várias partes do mundo.

Os casos mais visíveis vêm da liga mais badalada do mundo, a inglesa. Jogadores muçulmanos ou de origem árabe demonstraram solidariedade aos palestinos ao final dos jogos. Foi o caso do francês Paul Pogba e do marfinês Amad Diallo, do Manchester United, que empunharam uma bandeira palestina após o empate contra o Fulham, na segunda-feira.

Pogba homenageia Palestina
Pogba homenageia Palestina / Foto: Reprodução

LEIA: Para mais da metade dos brasileiros, Bolsonaro não tem capacidade de liderar o país

Eles deram uma volta no gramado e foram aplaudidos pelos cerca de 10 mil torcedores.

O treinador do Manchester United, o dinamarquês Ole Gunnar Solskjaer, defendeu a atitude da dupla. “Temos jogadores de diferentes origens sociais, de diferentes culturas, de diferentes países e devemos respeitar suas opiniões, caso sejam diferentes das outras”, disse.

LEIA: Opinião: “Os juros brasileiros devem ser os mais altos do mundo?”

No fim de semana, após a vitória contra o Chelsea na final da Copa da Inglaterra, em Wembley, o zagueiro francês Wesley Fofana e o meio-campista inglês Hamza Choudhury, ambos do Leicester, também exibiram a bandeira palestina.

Israelenses demonstram apoio

Apesar da pouca tradição no futebol, Israel também tem seus defensores. O atacante israelense Eran Zahavi, do PSV Eindhoven, da Holanda, mostrou seu ativismo ao postar nas redes sociais as imagens dos jogadores na Inglaterra, mas alterando digitalmente a bandeira palestina pela israelense.

LEIA: Datafolha: 1 em cada 4 brasileiros diz ter feito ‘tratamento precoce’ contra a covid

“Agradecemos seu apoio em todo o mundo”, escreveu. Muitos torcedores responderam, invadindo o perfil de Zahavi e incluindo no seu currículo o título de “jogador palestino do ano, em 2013 e 2014”.

Tomer Hemed, atacante da seleção israelense e do Wellington Phoenix, da Nova Zelândia, comemorou um gol na liga australiana se enrolando em uma bandeira de Israel e colocando um quipá na cabeça, que havia sido entregue por um torcedor.

LEIA: De Barcelona, Jean Wyllys anuncia troca de PSOL por PT para apoiar Lula

No entanto, diante de um esquadrão de craques muçulmanos, como Mesut Ozil, do Fenerbahce, Mohamed Salah, do Liverpool, e Mohamed Elneny, do Arsenal, que postam ativamente nas redes sociais mensagens de apoio aos palestinos, os israelenses estão atrás no placar.

Semana passada, o inglês David Beckham postou uma foto usando um colar com a estrela de David, o que levou muitos simpatizantes de Israel a dizer que o ex-jogador estaria demonstrando um apoio sutil ao país. No entanto, o tabloide The Sun, citando fontes ligadas ao craque, disse que a foto havia sido tirada em abril, bem antes de os confrontos começarem.

Fonte: Estadão

Vídeo: Apresentadora do Jornal Nacional chama Bolsonaro de ex-presidente

A jornalista e apresentadora do Jornal Nacional, da TV Globo, Renata Vasconcellos se referiu ao presidente Jair Bolsonaro como “ex-presidente” durante o telejornal dessa quarta-feira (19). Logo depois, ela se corrigiu.

Veja o vídeo e leia a matéria completa aqui.

Covid-19: Confirmados casos da variante indiana no Maranhão

O governo do Maranhão confirmou os primeiros casos de infectados pela variante indiana da covid-19. Ela foi identificada em tripulantes do navio Mv Shangon Da Zhi, ancorado no estado, que saiu da África do Sul.

Leia a matéria completa aqui.

Variante Indiana: rio Ganges vira ‘cemitério’ com corpos flutuantes ou enterrados às margens

Centenas de corpos têm sido encontrados flutuando no rio ou enterrados nas areias de suas margens. Moradores próximos das áreas onde esses corpos desaguam, no Estado de Uttar Pradesh (norte), creem que eles são de pacientes que não resistiram à covid-19.

Leia a matéria completa aqui.

Morte de Maradona: Justiça acusa sete pessoas por homicídio doloso

As investigações sobre a morte de Diego Maradona seguem acontecendo na Argentina. Segundo a agência EFE, sete pessoas foram acusadas de homicídio simples e doloso.

Leia a matéria completa aqui.

Citado na CPI, virologista francês assumiu em janeiro que cloroquina é ineficaz

Principal promotor da hidroxicloroquina como tratamento para a Covid-19, o médico e microbiologista francês Didier Raoult admitiu pela primeira vez que a substância não reduz a mortalidade ou agravamento da doença. O pesquisador fez a afirmação em uma carta publicada em 4 de janeiro no site do Centro Nacional de Informações sobre Biotecnologia, da França.

Leia a matéria completa aqui.

Veja mais notícias no BRI.

Facebook Comments Box
Compartilhe

Written by:

1.383 Posts

View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *