Escassez de videogames e disputas geopolíticas: ‘Armagedom dos chips’

Na maioria das vezes, eles passam despercebidos, mas os chips de computador estão no centro de todos os produtos digitais que nos cercam — e quando os suprimentos escasseiam, a fabricação deles pode parar por completo.

Alguns indícios desse problema já foram notados no ano passado, quando os fãs de jogos online tiveram dificuldade para comprar novas placas gráficas, a Apple teve que escalonar o lançamento de seus iPhones e os videogames Xbox e PlayStation recém-lançados não chegaram nem perto de atender à demanda.

Pouco antes do Natal de 2020, a questão emergiu de vez: “o armagedom dos chips” (ou chipageddon, como o fenômeno tem sido chamado em inglês) já é uma realidade, inclusive na indústria automobilística. Os carros novos geralmente incluem mais de 100 microprocessadores — e fabricantes simplesmente não conseguem mais fornecer todos eles. As empresas de tecnologia vêm alertando que também enfrentam restrições. A Samsung está lutando para atender aos pedidos de chips que fabrica para seus próprios produtos e também para outras empresas.

Compartilhe

Written by:

1.690 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.