Antonio Neto participa de ato em defesa da democracia no Equador

O presidente municipal do PDT em São Paulo, Antonio Neto, participou de um ato online em defesa da democracia e por eleições limpas no Equador, que terá seu segundo turno presidencial no próximo domingo (11). Os “Encuentros” estão sendo promovidos pelo Instituto Latino-Americana y del Caribe (IPLAC), uma instituição que congrega entidades de docentes e trabalhadores do setor cultural de todo o continente sul-americano.

“A experiência da Argentina já é um grande exemplo. No próximo domingo, o Equador pode nos dar um outro grande exemplo”, defendeu Antonio Neto, lembrando de Cristina Kishrner, que aceitou ser candidata a vice-presidente na Argentina e venceu as eleições ao lado de Alberto Fernandéz. A disputa no Equador será entre o candidato de esquerda André Arauz, apoiado pelo ex-presidente Rafael Correa, e o representante da direita liberal equatoriana, o banqueiro Guillermo Lasso apoiado.

Arauz lidera a corrida eleitoral por pequena margem de votos, de acordo com as pesquisas mais recentes.

Neto lembrou do avanço da extrema-direita em todo o continente e pelo mundo, fazendo um alerta: “Estávamos em um caminho e por erros nossos, o ódio venceu o amor e tomou posse da presidência do Brasil na figura de uma presidente fascista, destruindo todas as pontes que tínhamos com a América Latina”.

Veja o evento completo aqui.

Veja parte da fala de Antonio Neto abaixo:

Lideranças nacionais se reúnem em defesa do funcionalismo público

Os serviços públicos brasileiros estão em risco. A PEC 32/2020, vendida com o nome de Reforma Administrativa, expõe o funcionalismo público aos desmandos do clientelismo político, e prejudica diretamente as camadas da sociedade que mais precisam de tais serviços.

Para deter esse retrocesso é necessário uma ampla articulação, que inclua tanto lideranças políticas, quanto representantes dos trabalhadores. Sabendo disso, a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) organizou um seminário virtual, levantando pautas para um amplo debate sobre a defesa do serviço público.

O encontro aconteceu na tarde desta segunda-feira (05) e se iniciou com uma análise de conjuntura feita pelo presidente da CSB, Antonio Neto, e pelo ex-ministro Ciro Gomes. Neto dedicou o seminário aos mais de 330 mil trabalhadores brasileiros que perderam suas vidas durante a pandemia covid-19. Veja a matéria completa aqui.

Veja mais notícias no BRI.

Compartilhe

Written by:

1.708 Posts

Siga nossas redes! https://linktr.ee/brasilindependente
View All Posts
Follow Me :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.